sábado, 14 de abril de 2012

Nova Zelândia não dá chances às rivais e conquista Sub-17 Feminino da OFC!

  Por João Victor Gonçalves


  A sala de troféus da NZ Football Association ganhou mais uma preciosa conquista neste final de semana. Confirmando o favoritismo e a superioridade técnica e tática em relação às seleções rivais, a Nova Zelândia faturou o Campeonato Oceânico Sub-17 de Futebol Feminino, garantindo, de quebra, uma vaga no Mundial da categoria, que será disputado no Azerbaidjão entre os dias 22 de Setembro e 13 de Outubro.


Com 29 gols-pró e apenas um contra, as "Ferns" comemoram mais uma conquista no Futebol Feminino da Oceania


  A campanha vitoriosa das "Ferns" começou no último dia 7, quando as anfitriãs da competição (que ocorria no Centre Park, paralelamente ao Oceânico Sub-20 de Futebol Feminino) bateram o selecionado das Ilhas Cook por 7-0. Puketapu, Bott, Rolston, Carlsen (2) e Palmer (2) marcaram para as "All Whites". Apesar do resultado, a seleção cookiana mostrou grande evolução, motivada pelo intercâmbio que muitas atletas do país realizam em solo neozelandês, aprimorando seus fundamentos no esporte-rei em troca de bolsas de estudo.


Assista os gols da vitória das "Ferns" contra as meninas de Cook por 7-0


  A vitória contra as alviverdes do Pacífico praticamente assegurou a classificação das "Ferns", dado o nível inferior das outras seleções da disputa (Papua Nova Guiné e Nova Caledônia) em relação às Ilhas Cook. Cabe ressaltar que esta geração Sub-17 é uma das melhores, senão a melhor, de toda a história da Nova Zelândia no Futebol Feminino, o que foi provado nos êxitos em duelos contra a Austrália, grande rival continental (embora as "Matildas" disputem competições organizadas pela AFC) e Argentina. O treinador Paul Temple certamente terá boas indicações para McFarland, comandante da seleção principal, após a disputa deste campeonato.


Confira o gol que garantiu a vitória da Papua Nova Guiné sobre a Nova Caledônia


  No outro jogo de abertura da 1ª rodada, Papua Nova Guiné sofreu, mas conseguiu vencer a Nova Caledônia por 1-0, gol de Georgina Kaikas. Apesar da derrota, o futebol apresentado pelas "Cagous" consistiu numa agradável surpresa, o que pode significar a continuação do projeto de base do Futebol Feminino em terras caledonianas. Na rodada seguinte, o desafio das meninas da Nova Caledônia eram nada mais nada menos que as donas da casa, o que resultou na maior goleada do certame.


Assista os 14 gols do duelo entre "Cagous" e "Ferns" pelo Sub-17 Feminino da OFC


  Impiedosas com as rivais caledonianas, as "Ferns" aplicaram acachapantes 13-1 nas "Cagous". Jasmine Pereira abriu a contagem para as locais, mas, para silêncio do Centre Park, Noe Valefakaaga igualou o placar para as meninas da Nova Caledônia. Irritadas com o gol sofrido (o único em toda a competição), as locais partiram pra cima das adversárias, anotando mais 12 tentos antes do apito final, com direito a hat-tricks de Pereira e Martine Puketapu. Uma vitória maiúscula, que deixou satisfeitos os 350 pagantes que assistiram a disputa.


Num duelo equilibrado, Papua Nova Guiné venceu as Ilhas Cook por 3-2. Veja os gols


  No outro duelo da tarde, para surpresa da torcida, a seleção da Papua Nova Guiné fez valer sua experiência em detrimento da jovem, mas habilidosa e aplicada seleção das Ilhas Cook, batendo as rivais por 3-2. Ramona Lorenz (2) e Kaikas fizeram para as papuásias, enquanto Tepaeru Toka deixou sua marca duas vezes em favor das alviverdes. Outrora superior entre as seleções de menor expressão da Oceania no Futebol Feminino, Papua Nova Guiné vê seu domínio sobre o Pacífico diminuir a cada competição, o que pode resultar numa alternância de nações campeãs nas competições regionais, principalmente na próxima edição dos Jogos do Pacífico.

Assista os gols da única vitória das Ilhas Cook no torneio, contra a Nova Caledônia


  Praticamente assegurada no Mundial do Azerbaidjão e com as duas mãos na taça, as "Ferns" despediram-se da competição com outra goleada: 9-0 sobre as papuásias. Um ótimo público de 500 torcedores assistiu Hannah Carlsen anotar seu primeiro hat-trick na competição; Megan Lee, Daisy Cleverley (2), Jasmine Pereira (2) e Emma Rolston completaram a contagem favorável às donas da casa. No duelo preliminar, as Ilhas Cook conseguiram sua merecida vitória na competição, ao vencer a Nova Caledônia por 3-0, sem maiores percalços. Mona Taio, Lee Maoate-Cox e Tepaeru Toka construíram o triunfo com três belos tentos.


A bela Mona Taio (direita) comemora gol na vitória das Ilhas Cook sobre a Nova Caledônia


  Com a conquista continental e a vaga no Mundial garantidas, a geração Sub-17 da Nova Zelândia promete dar muito trabalho às rivais mundiais em busca da conquista da inédita taça. Numa categoria tão equilibrada como essa, os bons resultados das "Ferns" contra Argentina e Austrália podem ser considerados uma prévia do que a seleção irá apresentar na Copa do Mundo. Sonhar com uma classificação e até mesmo um pódio parece possível para os torcedores neozelandeses. 


Veja todos os detalhes da goleada das "Ferns" sobre a Papua e a festa das atletas após o apito final, comemorando a conquista do Sub-17 Feminino da OFC


  Pela frente, as "All Whites" terão de superar fortes seleções como o Brasil e a Coreia do Norte. Resta ainda a definição das representantes europeias na competição, sempre fortes com um futebol muito desenvolvido tecnicamente. A vantagem das participantes desta edição da competição é que a atual campeã, Coreia do Sul, não conseguiu repetir o bom futebol mostrado na conquista em Trinidad e Tobago e acabou eliminada nas Eliminatórias Asiáticas, estando fora do certame em solo azerbaidjanês. A preparação e trajetória das neozelandesas rumo aos Mundiais de Base Femininos você acompanha, com todos os detalhes, aqui, no "Do outro lado da Bola"!


  Fonte das Imagens: OFC

Um comentário: