quinta-feira, 1 de março de 2012

"All Whites" perdem amistoso e vão para Pré-Olímpico com moral diminuída

  Por Rodrigo Augusto


  A Seleção de Futebol Sub-23 da Nova Zelândia realizou no último final de semana o seu segundo teste antes da disputa do Pré-Olímpico da Oceania. Porém, as expectativas de vitória não foram confirmadas, e o resultado final não foi nada animador.

No primeiro encontro das equipes, a Arábia Saudita bateu os "All Whites" por 3-0. Veja os gols

  A partida contra a Arábia Saudita ocorreu em Melbourne, na Austrália, e o placar apresentado ilustrou a diferença técnica entre uma equipe bem preparada da Ásia e outra sem ritmo de jogo e entrosamento da Oceania.

Com a experiência de ter atuado nas Olimpíadas de Pequim, Cole Peverley (foto) foi um dos "veteranos" a jogar com os "calouros" da Nova Zelândia

  Apesar da visível falta de entrosamento, os oceânicos começaram o duelo com um futebol razoável, articulado pelos quatro jogadores acima de 23 anos que estavam compondo a seleção, simulando o elenco que poderá representar a Nova Zelândia nas Olimpíadas. Os veteranos eram Cole Peverley, Aaron Clapham, Jason Hayne e Cole Tinkler.

Destaque na ASB Premiership, Aaron Clapham (foto) não conseguiu repetir com a camisa da seleção as boas atuações que caracterizam sua temporada no Canterbury

  Mas os planos dos “Kiwis” de sair com um bom resultado começaram a ficar complicados logo aos 7 minutos de partida, quando Michael Eagar foi expulso. Com isso a equipe se desestruturou emocionalmente e virou vítima fácil dos sauditas que, em apenas 16 minutos, anotaram dois tentos no placar e, após falha grotesca de James Musa, aumentaram a contagem aos 30 minutos. Com isso, o único objetivo plausível para o comandante Chris Zorocich era visualizar novos jogadores até o términodo confronto.

James Musa (direita) não teve uma boa atuação contra a Arábia Saudita

  Na segunda etapa, quando algumas orientações de Zorocich pareciam surtir efeito, os sauditas chegaram ao seu quarto tento, aos 9 minutos, com grande destaque para a falha incrível do goleiro Basalaj que, após chute fraco na entrada da área, agachou de maneira equivocada e viu a bola passar no meio de suas pernas.

Babalj (foto) falhou feio e contribuiu para o placar elástico sofrido pela Nova Zelândia

  Com 4 a 0 no placar e a derrota praticamente consumada nada poderia se tornar pior,certo? Errado! Com 21 minutos da etapa complementar decorridos, Andrew Milne cometeu falta violenta e tomou o segundo amarelo no jogo, reduzindo o número de jogadores e a esperança de um gol de honra dos “All Whites” no jogo.

Zorocich (foto) terá muito trabalho para acertar a Nova Zelândia rumo aos Jogos de Londres

  A expulsão apenas facilitou o caminho da Árabia, que chegou a fazer mais dois gols na partida, aos 27 e 36 minutos. O placar final de 6-0 mostrou que os “Kiwis” terão muito trabalho para ajustar sua equipe até a disputa do qualificatório continental, que será jogado entre 16 e 24 de março em Taupo, cidade do nordeste neozelandês.

Veja os gols de mais uma goleada saudita contra os "Kiwis"

  Vale lembrar que as duas equipes já haviam se enfrentado na ultima segunda (20), também em Melbourne, e os árabes venceram por 3 a 0. A Nova Zelândia foi a campo com; Basalak (G), Tinkler (Myers), Eagar, Peverley (Haviland), Lindsay (Musa), Hayne (Thomas), Lucas (Galbraith), Fenton, Clapham (Hicks), Kramer (McGeorge) e Milne. O técnico é Chris Zorocich.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário