sábado, 3 de setembro de 2011

Classificação de Fiji e goleada épica marcam Grupo B do Futebol Masculino nos Jogos do Pacífico

Por João Victor Gonçalves


  Nos últimos três dias, duas rodadas agitaram o Grupo B do Torneio de Futebol Masculino dos Jogos do Pacífico. O grande destaque dos dois dias fica com as seleções de Fiji, que obteve a classificação para as semifinais com 100% de aproveitamento, e para a seleção de Papua Nova Guiné, que anotou um dos maiores placares já registrados na história do futebol profissional.


A Argentina não faz parte dos Jogos do Pacífico, mas o goleiro de Kiribati, Tarotu, exibiu uma camisa dos hermanos no duelo contra as Ilhas Cook


  No jogo inaugural da 3ª rodada, as duas seleções mais fracas do grupo  se enfrentaram e, dentro de campo, prevaleceu a melhor estrutura e preparo físico dos jogadores das Ilhas Cook. A equipe de verde dominou seu rival durante todo o jogo, obtendo maior posse de bola, mas só chegou ao gol de abertura aos 27 minutos, por intermédio de Taylor Saghabi.


A seleção das Ilhas Cook ficou com maior posse de bola durante todo o jogo


  Após o gol, a seleção de verde se fechou no campo de defesa e, como o Kiribati não tinha condições sequer de arriscar alguma jogada ofensiva, a partida tornou-se monótona. Apenas nos 10 minutos finais a equipe de Cook mostrou interesse no encontro e, com um pouco mais de disposição, conseguiu dois gols em três minutos: Saghabi foi oportunista e deixou seu segundo tento na partida; logo depois, John Pareanga deu números finais ao encontro.


O arqueiro Jamieson orienta o posicionamento de sua zaga em uma das raras investidas kiribatianas


  A seleção das Ilhas Cook foi a campo com: 1. Tony JAMIESON (G) (c), 2. John PAREANGA, 6. Allan BOERE, 7. Joseph NGAUORA, 8. Grover HARMON, 9. Campbell BEST, 11. Taylor SAGHABI, 14. Nicholas FUNNELL, 16. Mii JOSEPH, 17. Tahiri ELIKANA, 18. Geongsa TISAM. O técnico é Maurice TILLOTSON. Já o Kiribati desfilou os seguintes atletas: 1. Tarariki TAROTU (G), 4. Kaben IOTEBA, 5. Enri TENUKAI, 6. Nabaruru BATIRI, 7. Atanuea ERITARA, 8. Antin NANOTAAKE, 10. Jeff JONG (c), 11. Joseph YAN, 13. Erene BWAKINETI, 15. Martin Miriata, 17. Biitamatang KEAKEA. O técnico é Pine IOSEFA.


A seleção de Papua Nova Guiné não conseguiu superar os rivais taitianos


  No segundo jogo do dia no estádio Boewa, em Boulari, Taiti e Papua Nova Guiné fizeram um dos confrontos mais equilibrados do torneio. Buscando a segunda vaga do grupo, já que a primeira estava praticamente destinada à seleção fijiana (que folgou nesta 3ª rodada), as equipes saíram pro jogo visando obter os três pontos.


O empate complicou a vida dos polinésios no torneio


  Logo aos 15 minutos, Cyril Muta aproveitou a indecisão da zaga polinésia para abrir o placar em favor dos papuásios. Todavia, oito minutos depois, Stanley Atani consegue o empate, definindo o placar que se arrastou até o final da partida.


Disputa de bola entre Atani (branco, Taiti) e Muta (cinza, Papua)


  A seleção do Taiti foi a campo com: 1. Xavier SAMIN (G) (c), 2. Stephane FAATIARAU, 4. Tauraa MARMOUYET, 5. Teheivarii LUDIVION, 6. Donavan BOUREBARE, 8. Jonathan TEHAU, 9. Taufa NEUFFER, 12. Hiroana POROIAE, 14. Stanley ATANI, 15. Efrain ARANEDA, 17. Sebastian LABAYEN. Já a Papua Nova Guiné desfilou os seguintes onze:  1. Lesly KALAI (G), 3. Valentine NELSON, 4. Cyril MUTA, 7. Gari MOKA, 10. Reginald DAVANI, 12. David MUTA (c), 13. Andrew LEPANI, 14. Niel HANS, 16. Jeremy YASASA, 17. Mauri WASI, 18. Eric KOMENG.


Yasasa domina bola na goleada histórica da Papua sobre Kiribati


  Já neste sábado, ocorreu a 4ª rodada da chave, que se mostrou decisiva para a definição dos rumos da chave. No primeiro jogo do dia, uma goleada histórica deixou a equipe da Papua Nova Guiné muito próxima da classificação.
  Dos 13 aos 16 minutos do 1º tempo do duelo contra Kiribati, a seleção da Papua já ostentava 4-0 a seu favor, gols marcados por Kini, Foster e Lepani (2). Em mais uma blitz 10 minutos depois, a seleção papuásia conseguiu mais três gols, anotados por Hans e Moka (2). Antes do intervalo, Moka e Hans colocavam o 9-0 no placar, dando evidentes mostras que o maior placar dos Jogos do Pacífico seria alcançado neste duelo.


Jogador papuásio domina bola livre de marcação


  Após o intervalo, Lepani completou seu hat-trick e fez o placar alcançar os dois dígitos. 14 minutos depois, Lepani deixaria sua quarta marca. Surpreendentemente, a equipe de Kiribati aproveitou o relaxamento natural dos papuásios e chegou ao seu primeiro gol na competição: após falha de David Aua, Karotu Bakaane entrou para a história kiribatiana após anotar o único gol do país até o momento na competição internacional.


Yoteba (Kiribati) tenta se livrar da marcação de Yasasa (Papua Nova Guiné)


  Parece que o gol irritou os papuásios que, ao invés de responderem com violência, deixaram mais bolas no fundo da rede kiribatiana: em um prazo de 18 minutos, foram cinco tentos, anotados por Yasasa (2), Kini (2) e Bondaluke. Antes do apito final, Wasi deu o golpe de misericórdia nos kiribatianos, anotando o maior placar dos Jogos do Pacífico nessa edição de 2011: Kiribati 1-17 Papua Nova Guiné!


Disputa de bola levanta "bolinhas de borracha" do gramado sintético em Boulari


  A seleção de Papua Nova Guiné jogou com o seguinte time: 20. David AUA (G), 3. Valentine NELSON, 5. Kelly JAMPU, 6. Samuel KINI, 7. Gari MOKA, 8. Michael FOSTER, 11. Nathaniel LEPANI, 12. David MUTA (c), 13. Andrew LEPANI, 14. Niel HANS, 16. Jeremy YASASA. O técnico é Frank Farina. Já o Kiribati desfilou os seguintes atletas: 2. Tiaon MIIKA (G), 3. Kaake KAMTA, 4. Kaben IOTEBA, 5. Enri TENUKAI, 6. Nabaruru BATIRI, 8. Antin NANOTAAKE, 10. Jeff JONG (c), 11. Joseph YAN, 14. Karotu BAKAANE, 15. Martin MIRIATA, 17. Bitamatang KEAKEA. O técnico é Pine Iosefa.


Waka (azul) leva Fiji ao campo de ataque


  No jogo de fundo do dia, a seleção fijiana foi mais econômica, mas conseguiu atingir seu objetivo e vencer as Ilhas Cook por "modestos" 4-1.
  Aos 24 minutos de jogo, o craque Roy Krishna pôs os fijianos em vantagem. 9 minutos depois, Kainihewe cabeceia sem chances para Jamieson, aumentando o placar. Ainda no primeiro tempo, as Ilhas Cook conseguiram descontar, no gol de Joseph Ngauora, que contou com a colaboração do goleiro fijiano Tamanisau.


Swamy (azul) acompanha atentamente a jogada do homem de Cook


  No segundo tempo, Dunadamu comprovou seu faro de artilheiro e aumentou o placar para Fiji. A vitória era apenas uma questão de tempo e, antes do apito final, o zagueirão Swamy deixou sua marca, definindo o score final em Boulari.


Avinesh (Fiji, azul) é desarmado por Best (Cook, verde)


  Fiji foi a campo com: 1. Simione TAMANISAU (G) (c), 2. Avinesh SWAMY, 4. Seveci ROKOTAKALA, 5. Pene ERENIO, 8. Alvin SINGH, 11. Roy KRISHNA, 12. Alvin AVINESH, 13. Maciu DUNADAMU, 14. Taniela WAQA, 17. Malakai KAINIHEWE, 18. Esava NAQALECA. O técnico é Gurjit Singh. Já as Ilhas Cook jogaram com: 1. Tony JAMIESON (G) (c), 2. John PAREANGA, 4. Roger MANUEL, 5. John QUIJANO, 6. Allan BOARE, 7. Joseph NGAUORA, 8. Grover HARMON, 11. Taylor SAGHABI, 12. Paul TUREPU, 16. Mii JOSEPH, 17. Tahiri ELIKANA. O comandante dos verdes é Maurice Tillotson.


Confira a classificação do Grupo B dos Jogos do Pacífico:


Equipe                P            V           E           D           GP        GC          SG
Fiji
3
3
0
0
16
1
15


Papua Nova Guiné
3
2
1
0
22
2
20


Taiti
3
1
1
1
8
4
4


Ilhas Cook
4
1
0
3
4
15
-11


Kiribati
3
0
0
3
1
29
-28




  Na última rodada, a seleção das Ilhas Cook folga. Lutam pela segunda vaga Papua Nova Guiné e Taiti. Basta um empate contra Fiji para os papuásios conseguirem a vaga. Já os homens do Taiti torcem por uma vitória de Fiji e têm a difícil missão de descontar 16 gols de diferença no saldo de gols para ultrapassarem os concorrentes à vaga. Os jogos acontecem na segunda-feira, às 10 e 15 horas (horário local).

2 comentários:

  1. Fazia tempo que Fiji não encantava e orgulhava tanto seu país como nessa edição dos Jogos do Pacífico!

    ResponderExcluir